sábado, 9 de outubro de 2010

É importante ser alfabetizado?

A campanha do humorista Tiririca aspirando ao cargo de Deputado Federal deu muito o que falar. Com um jeito irreverente e muito cara-de-pau, o palhaço cearense era apontado como um dos recordistas de votos para o cargo.

E não foi diferente. Tiririca conseguiu quase 1,3 milhão de votos e conseguiu o primeiro lugar em SP para o cargo de deputado federal e foi o deputado mais votado do Brasil

No entanto, na semana passada surge a especulação que Tiririca não saberia ler e escrever o que faria que sua candidatura fosse cancelada e inclusive, havia possibilidade do palhaço-deputado ser preso por ter feito tal afirmativa falsa.

Bom, vamos analisar as obrigações que o cargo "oferece" aos deputados:


  • Representar o povo a nível nacional;
  • Elaborar seu regimento interno;
  • Fiscalizar os atos do Poder Executivo;
  • Autorizar, por dois terços de seus membros, a instauração de processo contra o Presidente e o Vice-Presidente da República e os Ministros de Estado;
  • Proceder à tomada de contas do Presidente da República, quando não apresentadas ao Congresso Nacional dentro de sessenta dias após a abertura da sessão legislativa;
  • Eleger membros do Conselho da República, nos termos do art. 89, VII.


Imagino eu, que para exercer tais funções seja necessário, NO MÍNIMO, que saiba-se ler e escrever.

Nesta reportagem, documentos escolares de Francisco Everardo não foram encontrados em Itapipoca, sua cidade natal.

Eu sinceramente espero que Tiririca não assuma o cargo. Isso tudo não passou de uma tentativa equivocada de um voto de protesto e estão colocando no governo uma pessoa completamente despreparada  para assumir um cargo público.

A alfabetização não é apenas importante para que saibamos escrever, ler, interpretar um texto, mas atribuições como as de um deputado exigem lidar com leis, uma linguagem não muito popular, exige participação ativa na câmara onde saber ler e interpretar o que lê é importantíssimo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário